quarta-feira, 16 de dezembro de 2009

Apenas o Leite Derramado


Me coma com os olhos
Se excite
Derrame esse leite
Me sorva

Esses teus olhos que nem chegam perto dos de Capitu
Me devore
Esse teu olhar que me perturba
Me excita, me deixa molhada

Esse teu olhar que me faz sorrir de canto

Teu olhar

Teu olhar me faz desejar que suas mãos me tomem.
Por dentro, por fora e ainda mais por dentro

Deixe marcas no meu corpo

Certamente elas não serão tão profundas quanto as marcas tão antigas que guardo em meu coração

Semaninha

Porque hoje ainda é segunda-mão
E amanhã a terça parte
Esperando a quarta dimensão
E ainda tem a droga da quinta categoria
Mas o melhor mesmo é a sexta-básica!

sábado, 12 de dezembro de 2009

Saliva e sorrisos

Beijar,
Até ficar sem saliva.
Dos beijos mais barulhentos que eu poderia te dar,
Escolho os que você tem a me oferecer.
Amar,
Até que o coração dispare,
O ar me falte
E o rosto fique enrubescido.
E poder gastar esses sorrisos
Que tenho guardado.
Gastar, até minha últimas economias
Quebraria até o porquinho, se eu tivesse um.
Te queria aqui. Pra te amar até a estafa.
Até conseguir aquele olhar, só teu.
E quando o cansaço batesse
Amar mais, pra recuperar as energias, a saliva e os sorrisos.